Diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA)

Publicado em 6 de agosto de 2018

Uma das coisas mais importantes que você pode fazer como pai ou responsável é aprender os primeiros sinais do autismo e se familiarizar com os marcos típicos de desenvolvimento que seu filho deve alcançar.

 

As seguintes “bandeiras vermelhas” podem indicar que seu filho está em risco de desenvolver um transtorno do espectro do autismo. Se o seu filho apresentar qualquer um dos seguintes sintomas ou sinais, não demore em pedir ao seu pediatra ou médico de família uma avaliação:

  • Nenhum sorriso ou outras expressões de alegria até os seis meses ou depois disso;
  • Não há compartilhamento de sons, sorrisos ou outras expressões faciais até os nove meses;
  • Nenhum balbucio até os 12 meses;
  • Sem gestos de ida e volta, como apontar, mostrar, alcançar ou acenar até os 12 meses;
  • Não fala nenhuma palavra até os 16 meses;
  • Nenhuma frase significativa de duas palavras (sem incluir imitar ou repetir) até os 24 meses;
  • Qualquer perda de fala, balbucio ou habilidades sociais em qualquer idade.

O teste M-CHAT (Checklist Modificado para o Autismo em Crianças) pode ajudá-lo a determinar se um profissional deve avaliar seu filho.  Se as respostas sugerirem que o seu filho está em risco de autismo, consulte o médico do seu filho. Da mesma forma, se você tiver outras preocupações sobre o desenvolvimento do seu filho, não espere. Fale agora com o seu médico sobre o rastreio do seu filho para o autismo.

Embora os distúrbios do espectro autista variem de moderadamente a incapacitante, um diagnóstico de TEA é um importante ponto de virada em uma longa jornada.  Autismo & Realidade tem muitos recursos para famílias cujos filhos receberam recentemente um diagnóstico, veja em nosso site o material que está disponibilizado gratuitamente.

Autor: Dr. José Luiz Setúbal

Fonte: Learn the Signs of Autism

https://www.autismspeaks.org/what-autism/learn-signs

As informações contidas neste site não devem ser usadas como um substituto para o cuidado médico e orientação de seu pediatra. Pode haver variações no tratamento que o pediatra pode recomendar com base em fatos e circunstâncias individuais.

faça uma doação