“Em um Mundo Interior”: Estreia do primeiro documentário brasileiro sobre TEA

Publicado em 25 de maio de 2018

Filme faz parte de um projeto de valorização do cinema brasileiro que exibirá o documentário em 19 cidades e 20 salas em todo o Brasil.

 

O Instituto de Pesquisa e Ensino (Pensi), através do Núcleo Autismo e Realidade, participou na noite da última terça-feira (22/05) da pré-estreia nacional do documentário “Em um Mundo interior”, o primeiro filme sobre a temática do Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) no Brasil, realizado pela produtora Kinoscópio e a distribuidora audiovisual Elo Company, no Cinemark do Shopping Cidade de São Paulo.

Dirigido por Flávio Frederico e Mariana Pamplona, o filme faz parte de um projeto de valorização do cinema brasileiro, batizado de “Projeta às 7 Cinemark”, que exibirá o documentário em 19 cidades e 20 salas em todo o Brasil.

A obra documentou a vida de famílias de classes sociais e regiões distintas. Mostrando

o dia a dia de crianças com TEA e a convivência com as famílias, a escola e todo o universo ao redor delas.

Para Mariana Pamplona, o filme foi uma grande lição de vida para toda a equipe envolvida na produção. “Esse filme feito com muito carinho e bastante sensibilidade. Nós aprendemos muito nesse processo, com as famílias, com essas mães e pais, que são super guerreiros. Eu fiquei muito impressionada com a força dessas pessoas, a força das crianças, dos jovens e dos pais. Uma força incrível”, contou Mariana.

Flávio Frederico revelou durante o evento que o objetivo do documentário não era criar um reality show, mas sim retratar tudo o que as famílias achassem importante. “Só tenho a agradecer às famílias, pois sem o apoio e confiança esse filme não seria o que é. Essas crianças e adolescentes ensinaram muito todos, foi muito bacana o convívio, com elas e com essas famílias, nossa preocupação foi grande em conhecer essas crianças, em estar perto e não ser invasivo. E a gente espera que o filme ajude com que a pessoas entendam um pouquinho melhor como são os autistas e respeitem eles, por que a gente percebeu logo de cara, que o respeito é uma coisa muito importante para qualquer ser humano”, declarou Flávio.

O evento foi abrilhantado pela presença de um dos protagonistas do documentário, o jovem Eric Ponomavenco, de 21 anos, que tem autismo, é dublador, ator e participou recentemente da dublagem de um dos personagens do desenho animado Pablo, do canal Nat Geo Kids, a primeira série infantil que incentiva a inclusão de crianças com autismo, que contou com a colaboração técnica com o Instituto Pensi.

Ao final da exibição do documentário, foi realizado um bate papo com o youtuber e escritor Marcos Petry, criador do canal “Diário de um autista”, ele falou sobre a importância de trazer esse assunto à pauta na busca pelo entendimento do Espectro do Autismo e no compartilhamento de experiências e vivências.

Texto e fotos: Piero Caíque

Link trailer do filme: https://www.youtube.com/watch?v=syNwe53c_f0

faça uma doação